sexta-feira, 29 de maio de 2009

Assim assado.

Para quem anda de cor assim. cuidado para não ser assado por aqueles que acham preciso ser "assim assado."

Por isso mais uma dos secos e molhados.




são duas horas da madrugada de um dia assim
um velho anda de terno velho assim assim
quando aparece o guarda belo
quando aparece o guarda belo
É posto em cena fazendo cena um treco assim
bem apontado nariz chato assim assim
Quando aparece a cor do velho
Quando aparece a cor do velho

Mas guarda belo não acredita na cor assim
ele decide o terno velho assim assim
porque ele quer o velho assado
porque ele quer o velho assado
mas mesmo assim o velho morre assim assim
e o guarda belo é o heroi assim assado
por que é preciso ser assim assado
por que é preciso ser assim assado

João Ricardo

terça-feira, 26 de maio de 2009

VIII EPL MPC-Recife.

É preciso dizer que neste fim de semana vai acontecer o VIII EPL ( encontro de pastores e lideres para jovens e adolescentes). Um encontro muito diferente, e posso dizer que ainda único quando se trata de pensar juventude cristã neste país.

estarei lá com uma oficina de resgate cultural . além de recitais de cordel entre as plenárias.



imperdível!!!

indico de olhos fechados. se puder vá. não deixe de estar. ainda há tempo.



Construindo Pontes para a Juventude:
Desafios da contextualização do evangelho
Data: 29-31 de Maio 2009
Público-alvo: Líderes e Pastores de Jovens e Adolescentes
Local: Acampamento Silvânia (Aldeia) - Grande Recife
Inscrição: 95,00 reais até 30/Abril
110,00 Reais após 30/Abril

Informações e inscrições: contato@mpcrecife.com.br

preletores como Ivênio dos Santos (MG), Carlinhos Veiga (DF) e Sérgio Ribeiro (PB).

Deus te crie.

Mazinho

sexta-feira, 22 de maio de 2009

MOMENTO AMART

MOMENTOS DE REFLEXÃO NO REFEITÓRIO DO ACAMPAMENTO DO SOM DO CÉU E PALAVRAS DE ANIMO E ORAÇÃO PARA QUE POSSAMOS CONTINUAR COM O IDE DE JESUS!


video


Palavras sabias de Mazinho (o boi vei.)

BATUQUE NA UFMG EM BELO HORIZONTE 3ª parte

video

BATUQUE NA UFMG EM BELO HORIZONTE 2ª parte

video

quarta-feira, 20 de maio de 2009

BATUQUE NA UFMG EM BELO HORIZONTE PARTE 01

GALERA AOS POUCOS VAMOS POSTAR CONTEÚDOS, FOTOS E VÍDEOS DO GRANDE EVENTO SOM DO CÉU. ONDE VAMOS FALAR UM POUCO DE NOSSAS EXPERIÊNCIAS E SATISFAÇÃO EM TER PARTICIPADO DE TAL EVENTO. ESSE VÍDEO FOI NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS, ONDE PODEMOS FALAR UM POUCO DO AMOR DE DEUS ATRAVÉS DE NOSSA ARTE. DEUS ABENÇOE A TODOS!!!!!!

video

terça-feira, 19 de maio de 2009

burrinha

olha gente essa ai é a nossa mascote a burrinha mais lindinha de todo o mundo.
nos te amamos burrinha!!!!!!!!!!!! video

segunda-feira, 18 de maio de 2009

CURTA - O MUNDO É UMA CABEÇA




O Manguebeat é um movimento que eclodiu no início dos anos 90 em Pernambuco. O mundo é uma cabeça é um registro do movimento musical pernambucano manguebeat. Imagens inéditas de Chico Science, que conduz o documentário a bordo do seu "galaxe" num passeio noturno pelo bairro do Recife Antigo.

Título: O Mundo é uma Cabeça
Duração: 17 min e 0 seg.
Ano: 2004
País: Brasil
Gênero: Documentário
Cor: Colorido
Ficha Técnica
Direção: Bidu Queiroz e Cláudio Barros
Roteiro: Bidu Queiroz e Cláudio Barroso
Elenco: Chico Science e Nação Zumbi:Chico Sciense, Jorge Du Peixe, Lúcio Maia, Gilmar Bola, Oito, Pupilo, Dengue, Gira, Toca Ogan, Mundo Livre s/a: Fred 04, Tony, Fábio, Bactéria e Otto Mestre Ambrósio: Siba Veloso, Eder o Rocha, Hélder Vasconcelos, Mazinho Lima, Sérgio Cassiano


video

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Nas sambadas de sabado a noite.

E vamo que vamo ao saber que no ultimo sabado (09 de maio) iria rolar sambada de coco do Amaro branco. chamei a turma, divulguei e fomos pra festa. o cenário tava pronto pro batuque,e este foi completo, num quintal de um belo casarão na cidade alta de olinda, lá perto dos 4 cantos. A abertura foi de tirar o chapéu: mestre Luiz Paixão e sua rabeca afinada.Tocou um forró rabecado e muito cavalo marinho, só para deixar a gente admirando a turma fazendo os passos bonitos do cavalo marinho, tudo num sicronismo e numa brincadeira de deixar a gente cada vez mais anestesiado com o que tem de bom da nossa cultura. Na sambada do coco pude ver uma comunidade viva e envolvida,unida pela cultura e de uma forma coletiva expressando aquilo que ela acredita, várias gerações brincando, os mais idosos com os jovens, as mulheres cantadeiras com os homens batuqueiros acompanhados com as crianças que vestidos a carater também participavam da festa. Poxa vida!!! bem que a gente poderia fazer em nossos cultos algumas festas como essas... muito batuque, danças e cantos soados com alegria e celebração. será que dá!!! fica aqui a minha sugestão.

infelizmente não temos fotos e imagens deste dia mas claro que deixo aqui um pouco do coco do Amaro branco. vale a pena curtir este documentário.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

CARTA DO SOM DO CÉU - MANIFESTO DE ARTISTAS CRISTÃOS



CARTA DO SOM DO CÉU - MANIFESTO DE ARTISTAS CRISTÃOS

Introdução
Nós, músicos, artistas e líderes eclesiásticos, cristãos, vindos das variadas regiões brasileiras, estivemos reunidos entre os dias 6 a 12 de abril de 2009, no Acampamento da Mocidade Para Cristo do Brasil, dias de comemoração dos 25 anos do Som do Céu, para discutir dois temas principais: “A música e os músicos na igreja” e “A igreja como promotora de cultura”.

Agradecemos a Deus pelos dias de comunhão fraterna entre nós e pelo privilégio de ouvi-lo entre as vozes pastorais e proféticas que ecoaram em nosso meio. Reconhecemos que a música cristã tem ocupado um espaço significativo em nossos dias, tanto na igreja como na sociedade em geral. No entanto, observamos que nem sempre essa participação tem sido consistente e coerente com a Palavra de Deus – nosso referencial maior – nem rendido glórias ao Senhor da Igreja. Desejamos, portanto, apresentar à Igreja brasileira a “Carta do Som do Céu”, sintetizada em 25 pontos, que resume nossas inquietações e propõe ações práticas à Igreja de Cristo Jesus, nesse princípio de século XXI:

1. O artista cristão deve desenvolver o seu dom criativo e submetê-lo exclusivamente aos valores da Palavra de Deus;

2. Cremos que a arte, na perspectiva da graça comum, é um presente dos céus a toda humanidade e não está restrita aos cristãos;

3. Desejamos que haja coerência entre a vida, o ministério e a profissão do artista cristão, cujo discurso deve estar aliado à sua prática;

4. Esperamos que o artista cristão busque servir a Deus e à sociedade com excelência e integridade, dedicando-se ao desenvolvimento dos talentos e dos dons recebidos do alto;

5. A igreja precisa estar atenta ao artista cristão como parte do rebanho de Deus e dar a ele a atenção devida, despida de preconceitos, e oferecer-lhe pastoreio e discipulado, objetivando a sua formação espiritual e ética;

6. Esperamos que o artista cristão esteja envolvido em uma igreja local, servindo-a e amando-a como Corpo de Cristo. Deve ser rejeitada toda e qualquer tentativa de desenvolvimento de uma fé individualista e distante da comunidade;

7. Reafirmamos que a elaboração de textos e letras deve ter embasamento nos valores da Palavra de Deus;

8. Comprometemo-nos a dedicar atenção e reflexão às canções que são introduzidas no culto de adoração e nas demais atividades da igreja, buscando um repertório equilibrado e consciente e evitando, de todas as formas, que heresias e desvios teológicos adentrem sutilmente em nossas comunidades;

9. As igrejas, as instituições de ensino teológico e os artistas cristãos devem combater o ensinamento equivocado e amplamente difundido de que louvor e adoração restringem-se à musica, ensinando, por demonstração e exemplo, que se trata de um estilo de vida que envolve todas as áreas da nossa existência e que a música, assim como outras formas de arte, é expressão legítima de louvor e adoração;

10. A igreja deve agir como facilitadora na adoração e abrir espaço para que todos expressem seu louvor a Deus;

11. Esperamos que o músico cristão busque e desenvolva a santidade, vivendo uma vida piedosa, tanto no serviço prestado a Deus na igreja, quanto fora dela, em sua atividade profissional;

12. Rejeitamos a dicotomia que faz separação entre o sagrado e o secular e cria espaços estanques na vida do cristão. O Senhor Jesus é soberano e governa todas as instâncias da vida, e, por isso, devemos somente a ele a nossa fidelidade, agradando-o em tudo e rejeitando tão-somente o que ofende a sua glória;

13. A Igreja não se pode esquivar de sua responsabilidade diante da cultura na qual está inserida; deve mentoriar a reflexão e a prática de uma teologia de arte e cultura;

14. Incentivamos as igrejas a abrir suas dependências para a realização de eventos culturais como exposições, mostras, cursos, saraus e outras atividades visando à educação, à divulgação e à aproximação da sociedade;

15. Mesmo entendendo que todo trabalho na igreja é voluntário, podemos honrar com sustento ou remuneração aqueles que se dedicam ao ministério musical, se a comunidade disponibiliza de recursos para tal;

16. Entendemos que nossa arte deve encarnar uma voz profética e manifestar em seu conteúdo os valores do Reino;

17. Recomendamos que as igrejas promovam encontros de reflexão sobre a utilização das artes no Reino de Deus, capacitando os artistas para a realização de seu trabalho;

18. Incentivamos os músicos a expressar em sua arte a beleza de Deus por meio de uma contextualização e diversidade musical;

19. Reconhecemos o caráter essencialmente transformador e questionador da nossa arte e não cremos que ela deva estar a serviço do mercado;

20. Muito embora os artistas cristãos não se devam render aos senhores da mídia, tornando-se reféns desta, podem utilizar de maneira ética os meios de comunicação como canal para a divulgação de sua arte, proclamando, assim, o Reino de Deus;

21. No que se refere ao relacionamento entre os músicos e a liderança eclesiástica, encorajamos o diálogo, o respeito e o reconhecimento mútuo de seus ministérios como algo dado por Deus;

22. Incentivamos que os artistas cristãos busquem perante o Estado e a iniciativa privada recursos para a promoção de sua arte por meio de leis de incentivo à cultura, editais para financiamento de projetos culturais etc.

23. Encorajamos as igrejas a investir na educação e na formação de artistas;

24. Propomos que as igrejas e as instituições de ensino teológico incentivem as diversas manifestações artísticas e não somente a área musical;

25. Compreendemos que o ofício de artista é legítimo como tantos outros, podendo ser exercido pelo artista cristão no mercado de trabalho e devendo ser apoiado e incentivado pelas comunidades cristãs.

São Sebastião das Águas Claras, 9 de abril de 2009.
Assinam:

Debatedores:
Aristeu de Oliveira Pires Junior – Canela (RS)
Carlinhos Veiga – Brasília (DF)
Denise Bahiense – Rio de Janeiro (RJ)
Erlon de Oliveira – Belo Horizonte (MG)
Gladir Cabral – Florianópolis (SC)
João Alexandre Silveira – Campinas (SP)
Jorge Camargo – São Paulo (SP)
Jorge Redher – São Paulo (SP)
Marcos André Fernandes – Garanhuns (PE)
Marlene F. Vasques – Goiânia (GO)
Nelson Marialva Bomilcar – São Paulo (SP)
Paulo César da Silva – São José dos Campos (SP)
Romero Fonseca – Goiânia (GO)
Rubão Rodrigues Lima – Brasília (DF)
Sérgio Pereira – Ribeirão Preto (SP)
Wesley Vasques – Goiânia (GO)

Demais participantes:
Alfredo de Barros Pereira – Brasília (DF)
Andréa Laís Barros Santos – Maceió (AL)
Aracy Clarkson Ferreira – Rio de Janeiro (RJ)
Armando de Oliveira – Salvador (BA)
Bruno Leonardo Alves da Fonsêca – Garanhuns (PE)
Caio César da Silva Pereira – Brasília (DF)
Carolina Gama – Campinas (SP)
Carolina Lage Gualberto – Belo Horizonte (MG)
Cláudia Barbosa de Souza Feitoza – Brasília (DF)
Danielle Martins Lima – (MG)
Davi Julião – São Paulo (SP)
Dora Bahiense – Florianópolis (SC)
Elecy Messias de Oliveira – Goiânia (GO)
Fábio Cândido de Jesus – Anápolis (GO)
Felipe de Freitas Hermsdorff Vellozo – Niterói (RJ)
Francely F. Barbosa – Anápolis (GO)
Glauber Plaça – São Paulo (SP)
Gleice de Oliveira Vicente Cantalice – Maceió (AL)
Guilherme e Alessandra Fontes Vilela Carvalho – Belo Horizonte (MG)
Guilherme Praxedes – Belo Horizonte (MG)
Hadassa de Moraes Alves – Viçosa (MG)
Irineu Santos Junior – Belo Horizonte (MG)
Isabella Sarom Sabino Honorato – Anápolis (GO)
Ismael S. Rattis – Brasília (DF)
João Carlos Pereira Junior – Vitória (ES)
Jocemar “Mazinho” Filho – Recife (PE)
Jônatas de Souza Reis – Belo Horizonte (MG)
Karen Bomilcar – São Paulo (SP)
Leonardo de Azeredo Peclát – Goiânia (GO)
Leonardo Rodrigues Barbosa – Brasília (DF)
Lidiane Dutra da Silva – (MA)
Marcel Martins Serafim – Jacareí (SP)
Marcelo Gualberto da Silva – Belo Horizonte (MG)
Márcia Pacheco Foizer – Brasília (DF)
Marilda Redher – São Paulo (SP)
Marivone Lobo – Ribeirão Preto (SP)
Pedro Barbosa de Souza Feitoza – Brasília (DF)
Rafael Ribeiro Santos – São Paulo (SP)
Renata Telha Ferreira – Rio de Janeiro (RJ)
Roberto Cândido de Barros – Curitiba (PR)
Selma de Oliveira Nogueira – São Paulo (SP)
Silvestre Moysés Loyolla Kuhlmann – São Paulo (SP)
Stênio Március – São Paulo (SP)
Talita Estrela R. Martins – Belo Horizonte (MG)
Vânia Sathler Lage – Belo Horizonte (MG)
Walma Oliveira – Rio de Janeiro (RJ)

terça-feira, 12 de maio de 2009

História do reviver.






conta-se,num tempo,
que certa feita, houve um fato
um tal destrato, de doer!
falou-se inclusive em corvadia
e que o traído até sabia
onde e como ia morrer.
foi xingado,
e nas mãos de muita gente
fizeram-lhe sofrer.

então de madeira prepararam
uma cruz,
e o penduraram só
feito gente ruim qualquer.
e muita gente,então,se divertia
-era pascoa-
quando o dia
por três horas se fez noite,
o assombro se fez forte,
quem duvida que é coisa de Deus...
e morreu feito um cordeiro,
uma cova o recolheu.

nem bem passou o tempo
e foram ver onde ele estava
-mas quem pansava em tal poder...
de morto já era o terceiro dia
mas de novo o homem vivia
homem-Deus só pode ser!

e,de fato,há muito tempo
Deus dizia
que a vitória do Messias
faria a gente reviver.

(Fabinho Silva)

Amart Indica

O bom das nossas andanças é conhecer o que se ficassemos em nossos cantos não conheceríamos. por isso andem...

Então o amart indica aquilo que conheceu e ficou encantado: PLATAFORMA!!!

Encantados tanto pela proposta como pelo profissionalismo que eles fazem a coisa.Gente comprometida com cultura Brasileira, arte e Reino de Deus de uma forma muito especial. E sem falar no Davi que conheci pessoalmente,e fiquei contagiado com sua simplicidade e sua boa alegria, e com um papo danado de bom e por aí vai...

então vamos lá! segue abaixo o platarforma e fiquem viciados feito eu.

valeu Davi e todos que fazem parte desse projeto.



clique em cima para entrar no site.


Plataforma é um projeto audiovisual que pretende tornar vista a palavra e audível a experiência. Quer contar de gente, ouvindo gente e olhar pra gente espiando o alto.Dizer o que é dito pouco de um jeito simples. Ser carregado daqui para qualquer lugar importando encontrar e encontrar gente. registrar o som, a voz, o vivo. Não Reproduzir o invisível, mas, tornar visível.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Delírio...

não vou buscar
a esperança
na linha do horizonte
nem saciar
a sede do futuro
da fonte do passado
nada espero
e tudo quero
sou quem toca
sou quem dança
quem na orquestra
desafina

quem delira
sem ter febre

sou o par
e o parceiro
das verdades
à desconfiaça

( Gerson conrad- Paulinho mendonça)

sábado, 2 de maio de 2009

ERRATA

Comunicamos que a ultima edição do cordel: A LIÇÃO QUE SE TIROU DE UMA GRANDE CONFUSÃO, foi publicado com vários erros de métrica e de digitação. Infelizmente por um descuido nosso o texto impresso não foi o corrigido e atualizado. ( o correto encontra-se aqui no blog).
Por isso informamos a todos que adquiriram a ultima edição deste texto, que nos procurem para fazer a troca.Para os que não moram em Recife também será feita a troca pelos correios, basta nos informar seu endereço pelo e-mail: jocemarmariz@yahoo.com.br

Lembrando que o cordel a ser trocado é apenas A LIÇÃO QUE SE TIROU DE UMA GRANDE CONFUSÃO, e está em papel branco e não em marrom que são as edições anteriores e estão corretas.

fica aqui o nosso comunicado e pedido de desculpas.